ATIVIDADES

– Formado em Direito e Ciências Sociais. Mestrado em Desenvolvimento (Universidade de Paris), Doutorado em Sociologia (IUPERJ).
– Defensor Público no Estado do Rio de Janeiro
– Exilado nos anos 70 (Argélia, Cuba, Chile, Argentina e França)
– Deputado pelo PT/RJ e Presidente do Instituto de Ecologia e Desenvolvimento (anos 80)

– Um dos Coordenadores do Fórum Global – Conferência Rio-92 da ONU
– Coordenador do Fórum internacional de ONGs
– Professor da PUC-Rio – Departamento de Direito
– Secretário de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro – 2002
– Presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro de 2003 a 2013
– Entre agosto e novembro de 2013, foi pesquisador visitante da Universidade de Berlim.
– Recebeu em 2014 o Prêmio Palmes Académiques concedido pelo Governo Francês por relevantes serviços prestados na área de cooperação científica e cultural.

Apresentação

Liszt Vieira já era advogado e, na época, estudante de Ciências Sociais, quando sua geração foi colhida pelo impacto do Ato Institucional no. 5, em dezembro de 1968. Participante ativo do movimento estudantil que explodiu no Brasil e no mundo, nos idos de 68, assumiu a continuidade das lutas pela redemocratização do país participando da luta armada contra a ditadura militar.

Foi preso, torturado e banido do Brasil em junho de 1970, trocado, com outros companheiros, pela liberdade do embaixador alemão que havia sido sequestrado no Rio de Janeiro um mês antes.

Morou na Argélia, Cuba, Chile, Argentina e França. Viveu dez anos no exílio, sendo os cinco últimos na França, onde concluiu na Universidade de Paris um mestrado em ciências sociais.

Pioneiro da ecologia política no Brasil, foi eleito deputado pelo PT-RJ em 1982. Dedicou-se nos anos 80 à atividade política parlamentar e aos movimentos sociais, havendo participado diretamente da Campanha das Diretas Já, dos debates sobre a Constituinte em 1988, da campanha presidencial de 1989.

Nos anos 90, foi coordenador do Fórum Global da Conferência Rio-92, do Fórum Brasileiro e do Fórum Internacional de ONGs, de 1991 a 1995.

Foi Pesquisador Visitante da Universidade de Columbia em Nova Iorque (1997/1998). Ministrou curso de Política Ambiental na Pós-Graduação de Ciência Ambiental da UFF (2000/2001). Desde 2004 é Professor de Sociologia da Puc-Rio. É doutor em Sociologia pelo IUPERJ. É divorciado e pai de três filhos.

Escreveu inúmeros artigos para livros e revistas. É autor dos seguintes livros: Cidadania e Globalização (1997), Os Argonautas da Cidadania (2001); na área ambiental, publicou Fragmentos de um Discurso Ecológico (1990), Ecologia: Direito do Cidadão (1993) e Cidadania e Política Ambiental (1998), os dois últimos como co-autor

Presentation

Liszt Vieira was already a lawyer when his generation was shaked by the violence of the so-called Institutional Act no. 5, in December 1968, during the military dictatorship in Brazil. As a student of Social Sciences, he became an active member of the Student Movement in 1968. Later, he continued further on joining the movement for the redemocratization of Brazil and took part in the direct action democratic resistance against the Brazilian dictatorship.

He was arrested, tortured and exchanged against the liberation of the German ambassador in Brazil, who had been kidnapped in Rio one month before (June 1970).

He lived in Algeria, Cuba, Chile under Allende, Argentina and France. He stayed ten years abroad in exile as a political refugee, the last five ones in France, where he took a Master Degree in Social Sciences in the University of Paris.

Pioneer of the political ecology in Brazil, he was elected State-level Congressman in Rio de Janeiro in 1982. During the 1980 decade, he devoted himself to both parliamentary activities and social movements. He took part in the National Campaign for democratic elections in Brazil, in the political campaign for the 1988 Constitution as well as in the presidential campaign in 1989.

In the 1990 decade, he was coordinator of the Global Forum during UNCED meeting in 1992, and also coordinator of the International NGO Forum until December 1995.

Visiting Scholar at Columbia University in New York City (1997/98). Professor in the Post-Graduate Course on Enviromental Sciences – Fluminense Federal University (2000/2001). Professor of Sociology at the Catholic University of Rio de Janeiro since 1994. Divorced, 3 children.

He published quite a number of articles for magazines, books and newspapers. He also published the following books: The Argonauts of Citizenship – Civil Society in Globalization (2001) and Citizenship and Globalization (1997), both by Record Publishers. In the environmental area, he published Fragments of an Ecological Discourse (1990), Ecology: Right of the Citizen (1993) and Citizenship and Environmental Policy (1998).